WhatsApp

83999517193

Anúncio
Unificação

Prefeitos poderão ter seus mandatos prorrogados até 2022

Vamos visitar cada deputado federal, de gabinete em gabinete

06/06/2019 10h59
Por: Edgar Júnior
Fonte: Imaculada Online
468

O presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), Leonardo Santana, destacou hoje a disposição da entidade na luta pela prorrogação dos mandatos dos prefeitos e prefeitas atuais, como também dos vereadores, objetivando a unificação das eleições para 2022, quando serão escolhidos novos governadores, Senadores, Deputados Federais e Estaduais.

O argumento mais defendido pela entidade é que o processo eleitoral no Brasil tem se mostrado muito complexo e ao mesmo tempo muito caro aos cofres públicos, com eleições nas quais se gasta milhões e apenas descontinua ações propositivas de determinadas administrações, que não tiveram o tempo suficiente para sequer arrumar a casa, devido a desorganização que existe numa grande parte das prefeituras brasileiras.

Leonardo garantiu o apoio da UBAM a PEC 56/19 – A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 56/2019, que sugere a unificação das eleições no País, que tramita na Câmara dos Deputados. A proposta se encontra pronta para ser votada na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, com parecer favorável e pela constitucionalidade da matéria do relator, deputado Valtenir Pereira (MDB-MT).

“Nós já estamos orientando nossos prefeitos e prefeitas para uma grande mobilização nacional, corroborando também com a CNM que abraçou a causa, entendendo que o momento econômico e social do país é muito difícil”.

A UBAM desde 2010, vem defendendo a tese das eleições gerais, definidas como unificação do processo eleitoral, ocasião em que a população brasileira teria a oportunidades de escolher melhor os ocupantes de todos os cargos eletivos existentes na administração pública, evitando assim eleição de 2 em 2 anos, o que, segundo o dirigente municipalista, custa muito caro, ao mesmo tempo em que descontínua o processo administrativo, nesse momento de recuperação econômica dos Municípios.

“Vamos visitar cada deputado federal, de gabinete em gabinete, como fizemos por ocasião da aprovação de outras propostas que beneficiaram as prefeituras. Com isso, queremos estender os mandatos dos vereadores e prefeitos para que, a partir de 2022, as eleições municipais e gerais sejam unificadas, cancelando o pleito de 2020 e com isso os brasileiros irão às urnas dois anos depois para votar para presidente, governador, senador, deputado federal, deputado estadual, prefeito e vereador”. Disse o presidente da UBAM.
 
Ascom UBAM 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias