WhatsApp

83999517193

Net Rápida
Politica

Bolsonaro ataca João e mostra perseguição à PB: “Nada pra esse cara”

vEm seu ataque, o presidente se referiu justamente a governadores que estão entre os mais bem avaliados do Brasil.

20/07/2019 07h43
Por: Edgar Júnior
Fonte: Imaculada Online
172

“Os governadores de ‘paraíba’, o pior é  o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse o presidente antes de uma coletiva, sem saber que seu áudio estava aberto; ele se referia a Flávio Dino (PCdoB) e João Azevêdo (PSB), que estão entre os governadores mais bem avaliados do país.

Em café da manhã com jornalistas nesta sexta-feira (19), no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro atacou Flávio Dino (PCdoB), que é governador do Maranhão, e João Azevêdo (PSB), que é governador da Paraíba.

Sem saber que seu áudio estava aberto em uma transmissão ao vivo, Bolsonaro disse ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni: “O governador de Paraíba é pior que esse do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”.

Em seu ataque, o presidente se referiu justamente a governadores que estão entre os mais bem avaliados do Brasil.

Flávio Dino foi reeleito em primeiro turno como governador do Maranhão em 2018 e sua aprovação ultrapassa os 50%. Sob sua gestão, o estado atingiu os melhores níveis socioeconômicos já vistos na região e é lá que os professores ganham os melhores salários do país. Dino foi eleito o melhor governador do Brasil por sites especializados em duas ocasiões.

O deputado federal Márcio Jerry reagiu aos ataques de Bolsonaro e criticou a postura do presidente. “Agride de novo a democracia, se mostrando totalmente despreparado para o exercício da Presidência”, afirmou.

Já João Azevêdo, que está em seu primeiro mandato, se elegeu em primeiro turno e tem altos índices de aprovação. Em abril, ao completar os cem primeiros dias de governo, pesquisa de opinião apontou que o governo do socialista é considerado ótimo e bom por 46,6% da população, enquanto apenas 13,3% o consideram ruim ou péssimo.

Em janeiro, logo após assumir a presidência, Bolsonaro chegou a dizer em entrevista que não é o presidente dos nordestinos ao comentar os resultados eleitorais na região.

 

 

Revista Fóruma

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias